Posse dos novos ACS

sexta-feira, 30 de março de 2012

Incentivos financeiros são suspensos em 320 municípios



Ministério da Saúde suspendeu o repasse de recursos relativos ao último mês de fevereiro para o custeio de 278Equipes de Saúde da Família, 284 Equipes de Saúde Bucal e 1.940 Agentes Comunitários de Saúde que atuam na Estratégia Saúde da Família (ESF) em 320 municípios. A suspensão dos incentivos financeiros foi motivada por duplicidade de cadastro de profissionais da ESF, apontada pelo Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (SCNES).

A medida faz parte da ação de fiscalização e transparência na aplicação de recursos da Atenção Básica e é realizada sempre que o Ministério da Saúde identifica irregularidades na gestão de estratégias e programas por parte das secretarias municipais de saúde, responsáveis diretas pela execução dos serviços de saúde aos usuários do Sistema Único de Saúde. A transferência dos recursos federais é restabelecida assim que os gestores locais do SUS comprovam, ao governo federal, que as inadequações foram solucionadas.
Portaria 563, publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (11), informa a lista dos municípios que deixaram de receber a parcela de dezembro do incentivo financeiro correspondente ao Piso de Atenção Básica (PAB) Variável e também das equipes e agentes que apresentaram problemas no SCNES. Com os recursos são restabelecidos no momento em que as inadequações são solucionadas, a suspensão não representa a interrupção da Estratégia Saúde da Família e do Programa Brasil Sorridente nessas localidades.
Atualmente, existem mais de 32.655 Equipes de Saúde da Família, 21.384 Equipes de Saúde Bucal e 250.903 Agentes Comunitários de Saúde implantadas no país. A execução da estratégia é compartilhada pelos estados, Distrito Federal e municípios e coordenada pelo Ministério da Saúde.
Fonte: Paula Rosa / Agência Saúde

Fortes cólicas no período menstrual podem ser sinal de endometriose



Foto: Corbis Images
As mulheres precisam ficar atentas à endometriose. A doença, que acomete cerca de 15% da população feminina em idade reprodutiva, ocorre quando a pele que recobre a camada interna do útero, chamada endométrio, está presente também fora dele, ou seja nos ovários, bexiga, intestino e outras áreas próximas. “Trata-se de uma doença que pode ocorrer em qualquer momento da fase fértil, da primeira até a última menstruação”, observa o gerente de internação do Hospital Fêmina, vinculado ao Ministério da Saúde, Sérgio Galbinski.
No entanto, a maioria das mulheres só descobre a doença na fase adulta, quando tenta engravidar e não consegue. Na investigação para descobrir os motivos, acaba descobrindo que tinha endometriose e conviveu com ela por muito tempo. “É importante a adolescente procurar o ginecologista se tiver cólicas fortes. Não deve achar que é uma dor normal do período menstrual. As dores costumam incomodar mais entre 17 e 34 anos, auge da endometriose”, explica.
O médico sugere o bloqueio da menstruação, feito por meio do anticoncepcional, como uma alternativa para evitar o progresso da doença e problemas futuros. “A endometriose não causa infertilidade, mas dificulta, pois os ovários são um dos locais mais frequentemente cometidos. Em muitos casos é preciso tratá-la antes para conseguir engravidar”, frisa. Há diversas teorias sobre as causas da endometriose. “A principal delas explica que ocorre um refluxo da menstruação. Ao invés de ir para o exterior do corpo, as células do endométrio caem dentro da barriga”, explica Galbinski.
De acordo com a publicação Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas, do Ministério da Saúde, o exame padrão para diagnóstico de endometriose é laparoscopia – procedimento exploratório por meio de pequenas cânulas de metal que são inseridas na cavidade abdominal. A escolha do tratamento dependerá da gravidade dos sintomas, da extensão e localização da doença, do desejo de engravidar e da idade da paciente. O tratamento pode ser medicamentoso, cirúrgico ou, ainda, a combinação de ambos. A maior parte dos estudos tratou as pacientes por um período de seis meses, com diminuição da dor em torno de três semanas.
Fonte: Ana Paula Ferraz / Agência Saúde

quinta-feira, 29 de março de 2012

ANIVERSARIANTE DO DIA

Somos "passageiros"
  de um lindo raio de luz
que nos conduzem a eternidade.
Conseguir perceber,
sentir e tocar este raio de luz dourado
é como manter uma comunicação permanente com os nossos anjos.
Os anjos são nossos protetores e nossos guias verdadeiros,
que nos conduzem de uma forma iluminada ao entendimento,
a compreensão e ao amor.
E nos incentivam principalmente a construção de uma vida em plena harmonia com o universo.
Portanto, olhe para o céu hoje,
deixe que seu coração seja banhado por este "oceano de luz" que irá transformar sua vida.
Deixe que ele ilumine sua vida com os raios da "FELICIDADE"!!!
Feliz aniversário!!!



São os sinceros votos da AACSI e da equipe do BLOG A VOZ DO ACS!

quarta-feira, 28 de março de 2012

ANIVERSARIANTE DO DIA

Venho suplicar a Deus que neste aniversário você encontre os ingredientes necessários para que, a cada novo minuto da sua vida, tudo se torne muito mais colorido. Meus parabéns e muitas felicidade!
São os vot da AACSI  e da equipe do blog  A VOZ DO ACS

Agente Comunitário de Saúde é escolhido para assumir Secretaria de Saúde de Piracuruca


O Prefeito de Piracuruca, Raimundo Vieira de Brito, anunciou em reunião, o nome de Valnir Lima Firmíno para substituir o atual Secretário de Saúde, Eduardo Lima. A mudança seria motivada por Eduardo Lima ser candidato a vereador nas eleições deste ano e deverá pedir exoneração do cargo no início de abril.

O prefeito disse que a sua escolha deveu-se à capacidade e a competência do novo secretário. Segundo ele, Valnir, como Agente Comunitário de Saúde, conhece bem a situação da Secretaria, os anseios da administração e do povo.

Informações GK.

terça-feira, 27 de março de 2012

Os ACS do Bairro Novo em ação com o Projeto 12x8mmHg


Hoje (27) na Praça do Honório foi realizada  pelos ACS da Unidade de Saúde Dr. Nestor Mesquita Martins No Bairro Novo a III etapa do projeto (12x80 mmHg) tendo como objetivo identificar novos hipertensos e ao mesmo tempo orientar a comunidade que: A hipertensão arterial pode ser tratada com mudanças de estilo de vida, (alimentação saudável e exercícios físicos).



AACSI- em audiência com o Prefeito Deraldino Araújo



O prefeito Deraldino Araújo recebeu em audiência na manhã desta terça-feira (27), a Diretoria da Associação dos Agentes Comunitários de Saúde de Ipiaú, que procurou o chefe do executivo municipal, a fim de buscar um acordo referente à PORTARIA Nº 459, DE 15 DE MARÇO DE 2012, além do fardamento dos ACS, e a doação do terreno para a construção da sede da entidade.

 Art. 1º Fica fixado em R$ 871,00 (oitocentos e setenta e um reais) por Agente Comunitário de Saúde (ACS) a cada mês, o valor do incentivo financeiro referente aos ACS das estratégias de Agentes Comunitários de Saúde e de Saúde da Família.



segunda-feira, 26 de março de 2012

Tuberculose: Brasil reduz casos em 3,54% no último ano



Pela primeira vez na história do Brasil os casos de tuberculose ficaram abaixo de 70 mil. Em 2011 o número de casos caiu 3,54%: foram 71.790 (2010) contra 69.245 (2011). No período de 10 anos, a taxa de incidência da doença caiu 15,9% e a de mortalidade teve redução ainda maior: 23,4%.
Os investimentos do Governo Federal em ações de controle da doença aumentaram 14 vezes nos últimos nove anos. Em 2002, os recursos destinados ao programa foram de US$ 5,2 milhões, aumentando para US$ 74 milhões em 2011.
Mas a doença ainda preocupa as autoridades. O Brasil é o 17º em número de casos de tuberculose no mundo. No país, a doença representa a quarta causa de óbitos por doenças infecciosas e a primeira entre pacientes com aids. Por isso, o Ministério da Saúde recomenda que seja realizado o teste anti-HIV em todos os pacientes com a doença. Em 2010, 60,1% dos casos novos foram testados para HIV.
Como a tuberculose se tornou prioridade no Sistema Único de Saúde (SUS) e o Ministério da Saúde está investindo para a erradicação da doença no país. “Uma das nossas principais estratégias é a ampliação dos testes para diagnosticar a tuberculose em todo o País”, afirma o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, durante a coletiva de hoje (26).
Populações Vulneráveis – Um estudo realizado pelo Ministério da Saúde mostrou que a tuberculose é mais frequente entre grupos populacionais que vivem em condições desfavoráveis de moradia e alimentação e entre pessoas com sistema imune deficiente e dificuldades de acesso aos serviços de saúde. O Programa Nacional de Controle da Tuberculose do Ministério da Saúde definiu como prioritário as populações em situação de rua, a carcerária, os indígenas e as pessoas que vivem com HIV/Aids.

Em 2010, entre os casos novos de tuberculose notificados, cerca de 10% era de pessoas infectadas pelo HIV, a chamada coinfecção. A região Sul foi a que apresentou o maior percentual de pessoas com tuberculose e HIV (18,6% das pessoas com tuberculose tem o vírus), quase duas vezes superior à média nacional. Esse indicador está intimamente relacionado à realização do exame anti-HIV.
Juntos pelo fim da Tuberculose – Durante a coletiva o ministro Alexandre Padilha entregou a premiação aos três primeiros colocados no concurso cultural “Juntos pelo fim da tuberculose”. A logomarca criada pelo designer da Fiocruz, Carlos Sarina, foi a vencedora e será utilizada em campanhas em todo o país.
Os Correios também lançaram um selo e o carimbo que tem o tema “Juntos pelo fim da tuberculose”. José Furian Filho, vice-presidente dos Correios, ressaltou durante a cerimônia que a luta contra a tuberculose não é uma obrigação apenas do Ministério da Saúde, mas de todo os brasileiros. “Os casos de tuberculose são totalmente incompatíveis com nossas metas de crescimento econômicos”.
Ilana Paiva / Blog da Saúde e Mauren Rojan / Agência Saúde





sexta-feira, 23 de março de 2012

Sul da Bahia registra 40 casos de Aids só este ano.



Camacan está entre os municípios baianos que registraram os primeiros casos de Aids neste ano. Em todo o estado foram 127 notificações entre primeiro de janeiro e o início desta semana.
Dois novos casos foram registrados em Camacan. Com 88, Salvador tem a maior quantidade de ocorrências. A segunda colocação é ocupada por Camaçari, que tem 11 notificações de casos de Aids neste ano.
No extremo sul do estado são seis ocorrências, sendo duas em cada um dos seguintes municípios: Porto Seguro, Eunápolis e Teixeira de Freitas. No ano passado foram registrados 1.681 novos casos na Bahia.
Na região foram notificados 40 novos casos em Itabuna, Ilhéus, Camacan, Una, Itororó Ubatã e Ibicuí. Desse total, foram 19 casos em Ilhéus e 12 em Itabuna.
Ainda no ano passado, pelo menos 11 pessoas que contrariam o vírus da Aids morreram em Ilhéus, Itabuna e Una. Somente em Ilhéus morreram sete pessoas com a doença. Em todo o estado foram 189 mortes.
(A região)

quinta-feira, 22 de março de 2012

Histórico de todas as visualizações de página


Visão geralAtualizar
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Visualizações de página de hoje 7
 
 
Visualizações de página de ontem  35
 
Visualizações de página do mês passado 1.295
 
Histórico de todas as visualizações de página 13.468
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

GRANDE MOVIMENTO DOS AGENTES DE SAÚDE, CHAMA A ATENÇÃO DA IMPRESA, DA POPULAÇÃO E PARA O CENTRO DA CAPITAL PERNAMBUCANA.

Os Agentes de Saúde de Recife-PE, e o SINDACS-PE. estão de Parabéns pela Mobilização do dia, 19/03 no Centro do Recife. 

 
O movimento foi tão importante que superou as expectativas, pois chamou a atenção da população, da impresa, do gestor e teve a adesão dos professores do Recife os quais estão em ESTADO DE GREVE.

 

 

 

 

 

Depois da Passeata percorrer várias avenidas do centro do Recife, chegou até o seu destino, A sede da Prefeitura da Cidade,  Onde uma Comissão foi recebida pelo Secretário de Administração Sr° Darcio Rossiter, A respeito da pauta de reinvidicação a mais de 03(três) meses sem resposta.

Onde ficou marcado uma reunião com Secretário de Saúde e a Diretoria do SINDACS-PE, nesta Terça-feira dia 20/03 às 09:00 Horas.

E o SINDACS-PE, marcou com a Categoria para o dia, 21/03 às 09:00 Horas, no Parque 13 de Maio, no Centro do Recife, para passa os informe de tudo que aconteceu na reunião.

                             

Rio sem Tuberculose

Nesta sexta-feira (23) será realizado um grande ato público para marcar o dia Mundial de Luta Contra a Tuberculose. O evento, denominado Rio Sem Tuberculose acontecerá na Cinelância, em frente a Câmara Municipal, das 9h às 17hs. Objetivo principal é mobilizar a sociedade carioca sobre a importância de se intensificar as ações de controle e cura da doença, já que o Rio de Janeiro lidera as estatísticas de casos.

O Brasil atualmente é um dos 22 países priorizados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) que concentram 80% da carga mundial de tuberculose e está na 19ª posição em relação a número de casos. O Rio de Janeiro é o estado com mais índices da doença por habitante. A taxa de incidência é de 70 para cada 100.000 habitantes.

A iniciativa do evento é da Secretaria Estadual de Saúde do RJ e da Secretaria da Saúde da Capital, em parceria com o Centro de Referência Professor Hélio Fraga (ENSP/Fiocruz), UniRio , Fórum ONGs Tuberculose RJ, Rede de Comunidades Saudáveis, Cruz Vermelha Brasileira, Fundação Ataulfo de Paiva , Projeto Fundo Global TB Brasil e USAID/Brasil.

Fonte: Aline Silva de Souza / Fiocruz Farmanguinhos

quarta-feira, 21 de março de 2012

Dia Internacional da Síndrome de Down é comemorado nesta quarta-feira


Diversas ações educativas são realizadas em todo o Brasil nesta quarta-feira (21), em comemoração ao Dia Internacional da Síndrome de Down, alteração genética produzida pela presença de um cromossomo a mais no par 21. Atualmente, a data ganha boa notícia – com os avanços da medicina, a expectativa de vida dos portadores da modificação genética subiu de cerca de 15 anos, em 1947, para 70. Os dados são da Santa Casa de São Paulo.
No Congresso, o tema será abordado durante todo o dia. Segundo dados do Instituto Brasileira de Geografia e Estatística (IBGE), o número de casos no país supera os 300 mil. A Síndrome de Down pode atingir um entre 800 ou 1000 recém-nascidos. A variação deve-se ao fato de a incidência do distúrbio aumentar em filhos de mulheres mais velhas.
Segundo Juan Llerena, médico geneticista do Instituto Fernandes Figueira, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), 60% dos casos ocorrem em mães com mais de 35 anos. “Em jovens, a probabilidade é de um bebê com down para cada 1752 partos. Aos 40, o risco sobe de um para 80”, exemplifica o médico.
O transtorno pode ser detectado já nos exames pré-natais e confirmado através de avaliações laboratoriais após o parto. Estes procedimentos indicam ainda a severidade do distúrbio e a possibilidade de o casal ter outra criança com a síndrome.
Reação dos pais
Ainda hoje, apesar das campanhas de esclarecimento e de desmistificação da Síndrome de Down, muitos pais ainda se sentem inseguros ao receber a notícia de que os filhos têm o transtorno. É o que relata a psicóloga Ceci Cunha, do Serviço de psicologia médica do Instituto Fernandes Figueira.
“Os pais tendem a idealizar uma imagem de seus filhos e qualquer criança que saia deste padrão esperado os choca. Muitos se questionam o porquê, se sentem culpados por ter desejado ou não a gravidez e querem saber o que teriam feito de errado. Têm medo de que o mesmo possa ocorrer em uma futura gravidez. Então nós conversamos, tentamos compreender o que a criança representa na vida deles e iniciamos um trabalho de apoio. É um longo processo, mas com o tempo eles costumam aceitar melhor”, conta.
Características
Indivíduos com Síndrome de Down podem apresentar algumas ou todas as características ligadas ao distúrbio. Entre elas estão o comprometimento intelectual, dificuldades motoras e na articulação da fala, rosto arredondado, mãos e orelhas pequenas, além de olhos semelhantes aos de orientais. Também estão mais suscetíveis a determinadas doenças. “Cerca de 40% tem doenças cardíacas estruturais, um índice muito maior do que o registrado na população em geral. Também são muito comuns os problemas na glândula da tireóide em mulheres com down", aponta Llerena.
A sexualidade dos portadores do distúrbio não é muito diferente da dos que não a possuem. “A puberdade começa na mesma época que outros pré-adolescentes, o que muda é a probabilidade dos óvulos, por exemplo, amadurecerem”, explica.
Desenvolvimento
As crianças com síndrome de down devem ser submetidas a uma terapia que envolve profissionais de diversas disciplinas - fisioterapia, fonoaudiologia e psicologia- para superar as dificuldades impostas pelo distúrbio. Quanto à educação, até a fase de alfabetização, deve ser como a de qualquer outra pessoa.
Embora não tenha cura, o avanço na medicina permitiu um grande aumento na expectativa de vida. De 15 anos, em 1947, subiu para 50, em 1989. Hoje, há pessoas que viveram até os 70 anos com o transtorno.
Romário
Estrela da Copa de 1994, Romário começou a carreira como deputado-federal em 2010. Foi visto por muitos com desconfiança, mas sua atuação na fiscalização dos preparativos para a Copa de 2014 e o engajamento na luta pelos direitos das pessoas com deficiência fizeram com que fosse eleito um dos melhores parlamentares do país. Romário é pai da menina Ivy, 6 anos, que têm síndrome de Down.
“Os pais que tem um dom de ter um filho com síndrome de Down podem se considerar pais especiais. Pessoas leigas, como eu era, as veem como anormais. Mas nós somos mais anormais que eles, porque no mundo deles só tem amor e carinho”, disse em discurso no Congresso.
Romário é autor de diversos projetos em defesa das pessoas com necessidades especiais. Entre outras, sugeriu a adoção de campanhas regulares para combater a discriminação e o incentivo às práticas paradesportivas.  Ao conseguir garantir ingressos gratuitos para portadores de deficiência na Copa, chorou: "maior vitória do meu mandato".

ANIVERSARIANTES DO DIA



Hoje pode ser um dia especial para vocês, por ser a data do seus aniversários. Mas para nós que convivemos diariamente com as suas alegrias e simpatias, todos os dias são especiais. Desejamos que estejam por muitos anos ao nosso lado. Carinhosamente, AACSI  e a equipe do blog A VOZ DO ACS.

                                Felicidades

terça-feira, 20 de março de 2012

Os ACS do Bairro Novo lançaram o Projeto 12x8mmHg




Hoje (17) foi lançado pelos ACS da Unidade de Saúde Dr. Nestor Mesquita Martins No Bairro Novo o projeto (12x80 mmHg) tendo como objetivo identificar novos hipertensos e ao mesmo tempo orientar a comunidade que: A hipertensão arterial pode ser tratada com mudanças de estilo de vida, (alimentação saudável e exercícios físicos).

INFORMAÇÕES

Com o aumento da população com idade acima de 60 anos, graças ao maior tempo de expectativa de vida, a Hipertensão Arterial se tornou a doença crônico-degenerativa mais comum, nos adultos, estudos indicam que 15% dos adultos são portadores de Hipertensão Arterial. Estima-se que, no Brasil, exista um hipertenso para cada três pessoas com idade acima de 40 anos, sendo que 40% não tem conhecimento de sua doença.
 
Hipertensão Arterial é o aumento da pressão com que o sangue circula pelas artérias do corpo humano. O termo de comparação pode imaginar um esguicho de molhar jardins, como uma artéria e ao se apertar o mesmo, a água sai com maior força, isso seria a Hipertensão Arterial. Esse aumento da pressão pode danificar os órgãos e tecidos do organismo, além de fazer com que o sangue não possa executar suas funções (levar oxigênio e outros nutrientes e retirar o "lixo", que precisa ser eliminado), como deveria. E ainda, pode romper as artérias mais frágeis, causando hemorragias. Quando isso ocorre nas artérias do cérebro acontece o que se chama Acidente Vascular Cerebral - AVC - hemorrágico (o popular derrame cerebral).







Aniversariante do dia

Que os raios da felicidade continuem a todo momento irradiando luz necessária para que todos os seus dias permaneçam aquecidos de muitas chamas e calor. Por estar completando mais um ano de vida, meus parabéns!
São os sinceros votos da AACSI e equipe do blog  A VOZ DO ACS.

sábado, 17 de março de 2012

BLOG - A VOZ DO ACS


Mais de R$ 400 mi para reajuste a agentes comunitários



O Ministério da Saúde aumentou o incentivo financeiro que repassa mensalmente aos municípios, por meio do Piso da Atenção Básica (PAB) variável, para os 250.903 Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) que atuam na estratégia Saúde da Família. O reajuste é de 16,3%, retroativo ao último mês de janeiro, e eleva o valor do incentivo de R$ 750 para R$ 871. Para garantir este benefício, o investimento do ministério será de R$ 403 milhões por ano, recursos que poderão ser ainda maiores, uma vez que a quantidade de ACSs tem sido crescente.

Os Agentes Comunitários de Saúde são profissionais vinculados às Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Eles realizam ações individuais ou coletivas de prevenção a doenças e promoção de saúde por meio de ações educativas nos domicílios e na comunidade. Com o reajuste, o financiamento anual do Ministério da Saúde para a garantia do incentivo financeiro aos Agentes Comunitários de Saúde passa de R$ 2,5 bilhões para R$ 2,9 bilhões. “Essa previsão considera o número atual de ACSs no país (referente ao mês de fevereiro). Mas, com a expansão da cobertura do Saúde da Família, esse valor poderá chegar a R$ 500 milhões até o final deste ano”, explica o secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Helvécio Magalhães. Segundo ele, esses recursos são para remuneração direta dos agentes e pagamento de encargos trabalhistas.

Cada Agente Comunitário de saúde é responsável pelo acompanhamento de, no máximo, 150 famílias ou 750 pessoas. O acompanhamento do trabalho destes profissionais é feito por um enfermeiro da equipe da estratégia Saúde da Família, lotado na respectiva Unidade Básica de Saúde. O agente deve ser vinculado ao município, que deverá aderir à estratégia para receber o incentivo financeiro do governo federal. “Atualmente, quase 97% das cidades contam com a atuação destes profissionais, o que representa uma cobertura de 122.555.622 brasileiros, ou seja, mais de 64% da população. A nossa intenção é estimular, cada vez mais, a adesão dos municípios pela importância do trabalho que os Agentes Comunitários de Saúde realizam”, acrescenta Helvécio Magalhães.

Para ser um ACS, é preciso que o profissional seja morador (há pelo menos dois anos) da área onde exercerá as atividades, saber ler e escrever, ter mais de 18 anos e disponibilidade de tempo integral para exercer a função de agente comunitário. O recrutamento destes profissionais deve se dar por meio de processo seletivo promovido pela município, com o acompanhamento da secretaria estadual de saúde.

SAÚDE DA FAMÍLIA – O Saúde da Família é a principal estratégia do Ministério da Saúde para reorientar o modelo de assistência à saúde da população a partir da Atenção Básica, que é a principal e mais próxima porta de entrada do SUS, capaz de resolver até 80% dos problemas de saúde das pessoas.

As equipes multidisciplinares que atuam na estratégia são formadas por médico, enfermeiro, técnico ou auxiliar de enfermagem e agentes comunitários de saúde para o desenvolvimento de ações de diagnóstico e orientação para o tratamento de doenças, promoção da saúde, prevenção de agravos e reabilitação dos pacientes.

Atualmente, o país conta com 32.498 equipes de Saúde da Família atuando em 5.288 municípios, o que representa um percentual de 95% de cobertura pelo Saúde da Família. A execução da estratégia é compartilhada pelos estados, Distrito Federal e municípios e coordenada pelo Ministério da Saúde.

Fonte: Paula Rosa / Agência Saúde

sexta-feira, 16 de março de 2012

INCENTIVO DOS ACS AUMENTA ESTRATEGICAMENTE

O Ministério da Saúde publicou a nova portaria Ministerial que trata do repasse dos incentivos federais referentes ao Programa Agentes Comunitários de Saúde. O valor fixo passa de R$ 750,00 previsto na portaria anterior Nº 1.599/2011 para R$ 871,00 de acordo com a nova portaria publicada no DOU dia 16/03/2012 sexta feira passada.

No meu ponto de vista, essa foi mais uma estratégia do Governo Federal para não regulamentar o piso nacional da categoria, pois se tivessem interesse, não aumentariam o valor da portaria. Geralmente esse reajuste só ocorre no mês de agosto, mas agora quando a categoria começa se reorganizar para cobrar providências, de repente surge essa nova portaria? Algo de estranho está no ar. O MS não antecipou o reajuste da portaria por causa das eleições, pois os pleitos serão municipais. Para terem antecipado essa despesa para seus cofres, algum interesse tem por trás.

Nem no ano passado isso ocorreu, pois a Portaria 1.599/2011 foi de agosto com SEUS efeitos financeiros RETROATIVOS a julho/2011.

“ATENÇÃO CATEGORIA, É ANO DE ELEIÇÃO E NÃO VAMOS DEIXAR ENGANAR NOVAMENTE”
.
NOVA PORTARIA. PARA IMPRIMIR ABRA EM NOVA JANELA, AMPLIE, CLICK COM MOUSE DIREITO, SALVAR IMAGEM E IMPRIMA.

 


quinta-feira, 15 de março de 2012

Ingestão regular de arroz branco aumenta risco de diabetes tipo 2

Resultados sugerem que a adição de uma porção de arroz na refeição eleva a chance de desenvolver a doença em 10%

 
Arroz branco possui alto índice glicêmico. Dietas com alto índice glicêmico estão associadas com maior risco de desenvolvimento de diabetes tipo 2
Arroz branco possui alto índice glicêmico. Dietas com alto índice glicêmico estão associadas com maior risco de desenvolvimento de diabetes tipo 2
A ingestão regular de arroz branco aumenta significativamente o risco de diabetes tipo 2. É o que sugere um estudo realizado na Harvard School of Public Health, nos Estados Unidos.
A pesquisa, publicada no bmj.com, revelou que a adição de uma porção de arroz na refeição eleva o risco da doença em 10%.
Arroz branco é o tipo predominante do alimento consumido no mundo inteiro e tem alto índice glicêmico. Dietas com alto índice glicêmico estão associadas com um risco maior de diabetes tipo 2.
Para a pesquisa, os autores analisaram os resultados de quatro estudos. Dois em países asiáticos (China e Japão) e dois em países ocidentais (EUA e Austrália). Todos os participantes não tinham diabetes no início do estudo.
A quantidade média de arroz consumido varia muito entre os países ocidentais e asiáticos, com a população chinesa consumindo uma média de quatro porções por dia, enquanto aqueles no mundo ocidental comem menos do que cinco porções por semana.
Os pesquisadores descobriram uma tendência significativa em ambos os países asiáticos e ocidentais com uma associação mais forte entre as mulheres do que nos homens.
Os resultados mostraram que o risco de diabetes do tipo 2 é aumentado em 10% de acordo com cada porção de arroz branco (de 158g) adicionada à refeição.
O arroz branco tem um menor teor de nutrientes do que o arroz integral incluindo magnésio, fibras e vitaminas, alguns dos quais estão associados com um menor risco de diabetes do tipo 2. O relatório sugere que um alto consumo de arroz branco pode conduzir a um risco aumentado da doença devido à baixa ingestão destes nutrientes.
Os autores concluem que a ingestão regular de arroz branco está associada a um risco significativamente maior de diabetes tipo 2. "Isso se aplica a ambas as culturas asiáticas e ocidentais, embora, podemos pensar que os países asiáticos estão em maior risco", afirmam os pesquisadores.
A equipe recomenda o consumo de grãos integrais no lugar de carboidratos refinados como arroz branco, a fim de ajudar a desacelerar a epidemia global de diabetes.
Para ler esta pesquisa na íntegra (em inglês), clique aqui.

Fonte> Isaúde.net

ANIVERSARIANTE DO DIA

 São os sinceros votos da AACSI e da equipe do BLOG A VOZ DO ACS

terça-feira, 13 de março de 2012

Projeto: Lixo, este problema também é meu.

 Idealizadores: Agentes Comunitários de Saúde do ACM




Parceiros: PSF do ACM; Pastoral da Criança; Escola Municipal Edvaldo Santiago; MAC; Desbravadores.

ESTAMOS DE VOLTA!

Em virtude da continuação do problema do lixo no Bairro ACM, onde alguns moradores teimam em jogar nas ruas principais e terrenos baldios, os ACS retomam este ano o projeto, sendo que este foi desenvolvido nos anos de 2010 e 2011 e com sucesso consegui resolver juntamente com a prefeitura o problema do lixo em nosso bairro. Segue abaixo algumas estratégias para o ano de 2012.

Estratégias


Reabertura do Projeto: 19/03/2012


1. Panfletagem nas residências e mutirão de limpeza;

2. Reunião comunitária (30/03/2012)

                       · Palestras;

                       · Sorteios;

                       · Entrega dos certificados para os ganhadores do concurso dos caminhos mais limpos.

3. Educação em saúde: Escola Municipal Edvaldo Santiago

                        · II Eco gincana;

                        · II etapa da Oficina de textos e desenhos;

                        · Lixo Kids;

                        · Reciclolândia.

4. Salve o nosso canal


                       · Plantio de árvores;

                       · Reunião com autoridades;

                      · Placas.


Estamos confiantes de que essa turma, juntamente com nosso apoio, irão fazer do nosso bairro um lugar limpo e feliz.